Florianópolis: A Ilha do Silício do Brasil

Você provavelmente conhece ou já ouviu falar de Florianópolis, mas você sabia que ela é uma da cidades mais empreendedoras do Brasil?

Se você já visitou Florianópolis como turista, com certeza está acostumado a ver a cidade como um paraíso para passar as férias. No entanto, essa capital do sul do Brasil também é amplamente conhecida no mundo dos negócios por atrair muitos investimentos.

Você não sabia? Bem, conheça agora esta outra face da capital de Santa Catarina, que é a nossa própria Ilha do Silício.

A cidade mais empreendedora

De acordo com uma pesquisa (http://info.endeavor.org.br/ice2016) realizada pela Endeavor Brasil em 2014 Florianópolis liderou o ranking das cidades mais empreendedoras do Brasil. Nos anos seguintes perdeu sua posição para São Paulo, mas continua sendo um exemplo de planejamento de políticas públicas para o desenvolvimento econômico, institucional e social.

Nem só de turismo vive o homem

O que faz de Florianópolis uma cidade tão atraente para o empreendedorismo é a decisão dos “manezinhos” (termo popularmente utilizado para designar os nativos de Florianópolis) de não se limitar aos recursos obtidos pelo turismo.

A cidade decidiu investir em tecnologia e inovação, e o resultado disso é uma cidade dinâmica e economicamente flexível.

Em uma entrevista para a revista Exame, Daniel Leipnitz, presidente da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate), dá um panorama bastante impressionante da realidade econômica da ilha: “Nós temos mais 900 empresas de tecnologia só em Florianópolis que, juntas, trazem um faturamento de 5,4 bilhões reais, que é quatro vezes maior do que o retorno que o turismo traz”.

Qual é o segredo?

A resposta é muito simples: investir em educação. Porém, no caso de Florianópolis, isso não aconteceu da noite para o dia.

A semente foi plantada 30 anos atrás, com a criação de boas escolas e universidades. Isso fica mais claro quando damos mais atenção ao fato de que a capital de Santa Catarina, com uma população de apenas 300 mil habitantes fixos, possui uma das universidades mais importantes do Brasil. Por causa disso a cidade está bem abastecida de profissionais de serviços e de escritórios de advocacia e contabilidade.

Mas o segredo não é só criar boas universidades, é também fazer com que elas estejam em contato constante com as empresas. Não é por acaso que as startups e as grandes empresas tecnológicas de Florianópolis escolhem posicionar-se ao lado da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), como é o caso da Aurum, especializada em software para a área jurídica.

(Foto: Universidade Federal de Santa Catarina)

Ilha do Silício

O polo tecnológico de Floripa só perde para o de São Paulo e o do Rio de Janeiro, mas, se considerarmos as devidas proporções, a Ilha do Silício fica em vantagem. Isso quer dizer que Floripa concentra o maior número de empresas de IT e marketing digital por habitante.

Não é à toa que o seu apelido é “Ilha do Silício”. Os ingredientes para o sucesso estão todos lá: fundos de investimento, universidades de ponta, empresas engajadas e com um ótimo ambiente de colaboração.

Oportunidade de trabalho

Apesar disso, cerca de 40% dos funcionários dessas empresas são de outras regiões do Brasil, pois o número de habitantes formados ainda é insuficiente.

Mesmo assim, há cada vez mais oportunidades de trabalho, principalmente para content marketer, growth hacker, customer success manager, user experience designer (UX), software engineer, data scientist e product managers.

Se isso era o que você precisava saber para ter uma oportunidade de trabalho no Brasil, agora é só aproveitar para aprender uma ferramenta básica de trabalho, sem a qual esse sonho seria impossível: o português!

Entradas destacadas
Entradas recientes
Archivo

Tel: 011-4371-7063 (Lu a Vi 10 a 15h)

Dirección: Av. Callao 433 8° piso, Of. "P", (1022) CABA

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon

+54 9 11 2490 7691

   Lu a vi 10 a 15h

+54 9 11 3267 2169

   Lu a vi 15 a 20h